Divulgação informativa e cultural da Escola Secundária/3 Camilo Castelo Branco - Vila Real

sábado, 30 de janeiro de 2010

Frescos de Memória - António Fortuna

Pormenor do espectáculo de dança a finalizar a cerimónia da apresentação do livro.
Sem dúvida, uma obra sinestésica.

Enquanto o público pestisca, o autor rabisca.
O autor das ilustrações.
As palavras e as cores entrelaçadas.

Dr. Henrique Morgado na sua prelecção.

Um objecto de memória.
Drª Ana Paula Fortuna na sua prelecção.

A mesa das letras e a assistência de outras artes.


Um sala bem preenchida.

Tal como anunciado, realizou-se no dia 27 a apresentação do livro "Frescos de Memória", de António Fortuna. Ana Paula Fortuna e Henrique Morgado responsabilizaram-se pelo comentário à obra. A Directora da escola, Dª Fátima Rodrigues, congratulou-se com esta iniciativa que incluiu, no átrio principal, uma breve trecho de bailado por uma escola especializada de Vila Real . A terminar, foi servido um porto-de-honra, na biblioteca.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

ARTE e MATEMÁTICA

Criatividade, beleza, universalidade, simetria, dinamismo são qualidades que frequentemente usamos quando nos referimos quer à Arte quer à Matemática. Beleza e rigor são comuns a ambas. A Matemática tem um notável potencial de revelação de estruturas e padrões que nos permitem compreender o mundo que nos rodeia. Desenvolve a capacidade de sonhar! Permite imaginar mundos diferentes, e dá também a possibilidade de comunicar esses sonhos de forma clara e não ambígua. E é justamente esta capacidade de enriquecer o imaginário, de forma estruturada, que tem atraído de novo muitos criadores de Arte e tem influenciado até correntes artísticas. Como a história demonstra, a Matemática evolui muitas vezes por motivações de ordem estética. Como dizia Aristóteles "Os filósofos que afirmam que a Matemática não tem nada a ver com a Estética estão seguramente errados. A Beleza é de facto o objecto principal do raciocínio e das demonstrações matemáticas", e Hardy afirmava que "O matemático, tal como o pintor ou o poeta, é um criador de padrões. Um pintor faz padrões com formas e cores, um poeta com palavras e o matemático com ideias. Todos os padrões devem ser belos. As ideias, tal como as cores, as palavras ou os sons, devem ajustar-se de forma perfeita e harmoniosa.”


António Teixeira

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

FRESCOS DA MEMÓRIA - ANTÓNIO FORTUNA


Amanhã, 27 de Janeiro, às 21.30h, no auditório da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, será lançado o livro Frescos da Memória, de António Fortuna. Esta obra, editada pela Tartaruga, contém aguarelas de Abel Fortuna, e será apresentada por Ana Paula Fortuna e Henrique Morgado.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Concurso “A árvore de Natal da Poesia" - Entrega de prémios

Na quarta-feira, dia 20, às 12.45 horas e na quinta-feira, dia 21, às 20.30 horas, na Mediateca, realizou-se a entrega dos prémios do concurso “A árvore de Natal da Poesia” sobre o tema “Sentir Natal”. Na primeira sessão, a Directora da Escola, Dra. Fátima Rodrigues, entregou os prémios e os certificados aos alunos do ensino diurno. Na segunda sessão o Dr. Dino, em representação da direcção da escola, entregou o prémio atribuído ao ensino diurno.
Nas duas sessões alguns dos participantes, professores, alunos/formandos, elementos da comunidade, leram textos poéticos nomeadamente de A. M. Pires Cabral, Rui Pires Cabral, António Fortuna e Paulo Reis Mourão, ligados à escola como ex-alunos, ou como professores. Foi ainda lembrado o escritor António Cabral.
Na última sessão esteve presente o autor António Fortuna que, juntamente com o público, deu voz a alguns dos seus textos poéticos.
A encerrar, a formanda Eva Silveira cantou de improviso, com voz melodiosa, o texto da aluna que obteve uma Menção Especial.
Formandos e formadora LC3, curso EFA B3

Palestra sobre arbitragem no futebol




Na passada sexta-feira, dia 15, na Mediateca realizou-se um encontro com a finalidade de entrevistar gente ligada à prática de arbitragem de futebol. A entrevista foi preparada, divulgada e realizada pela equipa que dinamiza aquele espaço às sextas-feiras de manhã. Os entrevistados, um árbitro em início de actividade, aluno da escola, José Luís, e um observador, professor da escola, Dr. Luís Ventura, que cessou recentemente a sua actividade como árbitro, responderam às várias questões quer da mesa, quer do público, ora narrando acontecimentos, ora esclarecendo situações, ora dando opinião, consoante a natureza da pergunta.

Rosa Canelas

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Ajuda ao Haiti

Ajuda ao Haiti
AMI

Contribua para esta missão através do NIB: 0007 001 500 400 000 00672
IBAN: PT 50 0007 001 500 400 000 00672

Multibanco:Pagamento de Serviços
Entidade 20909
Referência 909 909 909

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

2ª eliminatória das XXVIII Olimpíadas Portuguesas de Matemática.



Realizou-se na nossa escola, em 13 em Janeiro, a 2ª eliminatória das XXVIII Olimpíadas Portuguesas de Matemática.
Estiveram presente alunos das escolas da cidade de Vila Real, que foram apurados na 1ª eliminatória realizada em Novembro. Parabéns aos alunos participantes e ficamos à espera que sejam apurados para a Final Nacional a realizar em Évora no mês de Março.

António Teixeira

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Atenção ! Guilhotina !

Vidros periclitantes - a guilhotina.
Junto à estação de Caminhos de Ferro e do Parque Infantil, em Vila Real, a fachada da antiga casa de Madame Brouillard, célebre quiromante, apresenta um perigo eminente para qualquer peão que circule no passeio junto a esse edifício. Numa das varandas, uns vidros partidos, ainda presos por qualquer ponta de madeira, poderão, de um momento para o outro, soltar-se, cair para a rua e provocar alguma desgraça. Por isso, sugere-se que a entidade responsável por esse imóvel resolva este pequeno problema. Caso isso não aconteça, ao menos que surja uma alma bondosa, com pontaria, e acabe de partir o que resta dos vidros, zelando assim pela segurança dos transeuntes.
Tal como Asterix, também eu tenho medo que o céu me caia em cima, ainda para mais um céu acutilante como este!
A varanda é tão estreita que não servirá de protecção a um qualquer "sortudo" que apanhe com os vidros na cabeça.
Antiga propriedade de Madame Brouillard.

CUBOS … ilusões de óptica e figuras impossíveis.



in http://brainden.com/optical-illusions.htm

Enviado por António Teixeira

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Vila Real - de pedra e neve

Esta personagem aveludadamente vestida convida-vos a visitar Vila Real pelos seus olhos de neve e pedra.
Fotografia : João Costa

domingo, 10 de janeiro de 2010